Mostrando postagens com marcador Saúde. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Saúde. Mostrar todas as postagens

Câncer das amígdalas: diagnóstico e tratamento

Escrito por Saúde CCM
pessoas-com-cancer-nas-amigdalas

Definição do câncer



Os cânceres das amígdalas fazem parte dos cânceres das vias aerodigestivas superiores (VADS), que compartilham diversos pontos comuns. Esses cânceres afetam principalmente o homem de idade com mais de 50 anos, e seu principal fator de risco muito comumente encontrado neste contexto e a intoxicação conjunta pelo álcool e tabaco. O câncer das amígdalas estritamente falando, não é imune a estes pontos, mas é ainda mais influenciado pelo tabagismo. Além da existência de fatores de riscos idênticos, um câncer das amígdalas pode ser associado a outro problema das vias aerodigestivas superiores.

Manifestações do câncer


Diversos sinais podem evocar um câncer nas amígdalas: dificuldades de engolir chamadas de odinofagia, ou ao se alimentar (falamos de disfagia), dores na garganta ou até mesmo na orelha (otalgia) de um único lado, uma sensação de ter um corpo estranho na garganta, à aparição de gânglios cervicais ou sob o ângulo da mandíbula. Trata-se geralmente de um conjunto de manifestações não específicas mas que devem chamar a atenção em um fumante de 50 anos. Uma fadiga, uma perda de peso e a diminuição do apetite neste contexto devem levar a uma consulta.

Diagnóstico do câncer


Diante destes sinais, o médico procederá a um exame da cavidade bucal, e toda lesão suspeita deverá ser objeto de uma amostra: falamos de biopsia. O exame de referência é uma endoscopia, ou seja, a visualização direta das cavidades em causa. Além dos mesmos fatores de risco do câncer, todas as vias aerodigestivas superiores são exploradas durante esta endoscopia realizada sob anestesia geral e chamada de panendoscopia das VADS.

A lesão suspeitada é portanto testada, além de outras lesões eventualmente descobertas, para análise da natureza dessas lesões. Se uma delas é cancerígena, um exame de extensão é necessário, ou seja, a realização de exames permitindo descobrir a existência de outras localizações de células cancerígenas que migraram nos gânglios para a circulação linfática, ou metástases em outros órgãos.
Tratamento

diversas opções terapêuticas existem para tratar um câncer das amígdalas e serão dependentes da classificação do câncer realizado após o exame de extensão. Geralmente, uma quimioterapia é inicialmente feita para tentar diminuir o tamanho do tumor, e depois o mesmo é retirado por cirurgia. Os gânglios afetados são curados por uma curetagem" e uma radioterapia completa o tratamento.
Prevenção

para prevenir a aparição de um câncer das amígdalas.

Leia também

Doença do beijo:Como se prevenir dessa doença no carnaval

Doenca-do-beijo

Doença do beijo:Como se prevenir dessa doença no carnaval! Olá tudo bem com você? Espero que sim! Pois é não é só no carnaval que se deve cuidar com essa doença do beijo, um um simples e singelo beijo pode acarretar a você uma grande infecção e daquelas bem chatas. Eu estou falando da Mononucleose, é a popular doença do beijo.


A mononucleose infecciosa é uma doença contagiosa e é causada por um vírus da família do herpes(Herpes labial) o que é chamado de vírus Epstein-Barr (EBV) e é transmitido pela saliva e a mononucleose é mais comum na faixa etária de 13 á 40 anos e se caracteriza pelos sintomas de febre, dor de garganta e também por linfonodos.


Como a Mononucleose é transmitida?

A mononucleose além de ser transmitida pelo beijo através da saliva, ela também pode ser transmitida por espirro, tosse, os objetos, copos e talheres que são compartilhados com a pessoa infectada. Após estar com o vírus (Epstein-Barr) a pessoa pode ficar com esse vírus na orofaringe por 18 meses, podendo assim contaminar as pessoas com quem mantém contato.


Também é importante falar aqui que apesar do modo de transmissão ser semelhante ao da gripe, o Epstein-Barr é um vírus menos contagioso, o que faz com que seja possível haver contato com pessoas infectadas e não se infectar. A infecção só ocorre após contato prolongado de uma pessoa contaminada com outra que nunca tenha sido exposta ao vírus.


Entre os 15 e 24 anos. Esta é a faixa etária que mais costuma apresentar infecção sintomática. A mononucleose é rara após os 30 anos, uma vez que virtualmente todos neste grupo já terão sido expostos ao vírus em algum momento da vida.


Os sintomas da mononucleose

Sensação geral de mal-estar
Fadiga
Dor de garganta
Inflamação de garganta que não melhora com o uso de antibióticos
Febre
Inchaço dos gânglios linfáticos no pescoço e axilas
Dor de cabeça
Amígdalas inchadas
Erupção cutânea
Baço suavemente inchado
Os Sintomas de como febre e dor de garganta geralmente diminuem dentro de um par de semanas. No entanto, outros sinais como fadiga, aumento dos gânglios linfáticos e baço inchado podem durar por algumas semanas. Para evitar essa doença fique atento(a) Eu sei que quando se vai para a balada, carnaval as pessoas se soltam beijam muito e etc.... Mas tome muito cuidado para não ficar com essas consequências depois não saia por aí beijando qualquer um(a) na boca!

*Fonte Minha Vida
Doenca-do-beijo

Ejaculação precoce: Conheça mais sobre essa doença de ejaculação precoce

casal-com-problemas-por-causa-da-ejaculaçao-precoce

Olá meus amores, pois é falando de saúde, hoje especialmente de ejaculação precoce! O que é exatamente a ejaculação precoce. Bom à ejaculação precoce acontece quando os homens tem o orgasmo antes do esperado durante a relação amorosa. E se isso acontecer lá de vez enquanto não precisa te preocupar com isso. 

Mas se isso começar a acontecer frequentemente aí sim comece a se preocupar com isso e procure um urologista. Gente não precisa ter medo ou vergonha de procurar um médico sobre este assunto, pois ele é mais comum que tu pensas. Pois em uma pesquisa feita diz que a cada quatro homens dois apresentam o problema.

Leia Também


O que causa a ejaculação precoce?
Os médicos dizem que a ejaculação precoce ainda não é tão conhecida assim, mas acreditam nos fatores biológicos e também psicológicos estejam envolvidos para que isso aconteça.

 Esses são alguns fatores psicológicos que podem estar envolvido na ejaculação precoce.
A ansiedade.

Problemas no relacionamento.

Uso de certos medicamentos, tais como o psicotrópico.

Disfunção erétil.

Fatores biológicos que podem trazer a ejaculação precoce.


Níveis de neurotransmissores acima do normal

Distúrbios da tireoide

Danos no sistema nervoso causados por experiências traumáticas ou cirurgias.

Inflamação ou infecção na próstata e na uretra
Níveis hormonais acima do normal
Fatores genéticos

Dois fatores de risco que facilitam a ejaculação precoce
O estresse, a parte emocional ou mental podem limitar as habilidades de concentração e de relaxamento, podendo trazer a ocorrência deste problema. Outros problemas de saúde tais como: Doenças cardíacas fazem com que a ansiedade durante a relação sexual cause a ejaculação precoce.

A disfunção erétil que é um problema de ter ou manter a ereção, e o medo de perder essa ereção durante o ato sexual, podem levar o homem a ejacular mais cedo que o esperado.


Abaixo deixarei alguns vídeos onde médicos falam um pouco mais sobre essa doença, se gostou do post curti, compartilha, siga o blog para não perder nada aqui do blog. Beijinhos da Ju.








*  Com informações do site Minha Vida!

Tireoide: Sintomas de que você está com tireoide

Sintomas-de-tireoide
Tireoide: Sintomas de que você está com tireoide! Olá meus amores e minhas amoras tudo bem com vocês? Bom hoje eu quis trazer para vocês um assunto bem importante, pois eu andava me sentindo mal, um mal estar assim que não tinha explicação. Eu sentia muito sono, uma canseira que não me deixava fazer nada dentro de casa. E quando fui ao médico descobri por meio de uma Ecografia que estou com tireoide estou esperando para fazer uma biopsia da tireoide.


Hoje eu vim te alertar sobre esse assunto que é bem importante viu!  Para você parar e refletir sobre esses sintomas que eu vou citar, pois o quanto antes você detectar a doença pode evitar coisas piores.

Bom vou dar uma resumida para vocês que não sabem sobre essa doença. A tireoide é uma glândula responsável para regular o metabolismo do nosso corpo. E é ela também que determina a velocidade da queima de calorias, ela que define o batimento cardíaco, e também estabelece os hormônios.

E essa doença pode te causar três tipos de problemas que é os nódulos na tireoide, o hipertireoidismo, hipotireoidismo e por mais que cada uma dessas doenças afete seu corpo de uma forma diferente, ela tem alguns sintomas em comum que faz com que tu fiques em alerta. Então para vocês que me acompanham aqui no blog dever saber que eu adoro falar sobre esses assuntos e alertar a vocês a procurarem um médico se sentirem qualquer sintoma estranho com você. Não fique achando que "Vai passar" ou diz "há amanhã eu vou", não descuide da sua saúde POR FAVOR!

Sintomas de que você pode estar com tireoide


 (1) Os sintomas do hipertireoidismo

Essa doença é por excesso de hormônios e podem provocar diversos sintomas.

Excesso de suor, mesmo nos locais que não são tão quentes.

O famoso bócio ou papo que chamam que dá abaixo do queixo.

Fraqueza nas unhas.

A pele fica ruborizada e bem úmida.

Proptose ocular (olhos grandes, ou esbugalhados).

Fraqueza muscular.

O colesterol fica mais baixo, e principalmente o HDL.

Aumento da glicose no sangue.

Hipertensão.

Cansaço durante realizações de esforços.

E muitos outros são muitos os sintomas da tireoide.

 (2) Os sintomas do hipotireoidismo 


Fraqueza, desânimo e cansaço fácil.
A perca dos cabelos.
Pele seca.
Unhas fracas.
Ganho leve de peso.
Redução do paladar.
Intolerância ao frio.
Coceira generalizada.
Cabelos fracos e bem finos.
Anemia.

Mulher é infectada com vírus HIV ao receber sangue em cirurgia em Erechim




  • Mulher é infectada com vírus HIV ao receber sangue em cirurgia em Erechim
  • A paciente teria recebido o sangue contaminado depois de uma cirurgia no Hospital Municipal Santa Terezinha.
  • Uma funcionária do Banco de Sangue teria assumido o erro diante da Promotoria de Justiça, na troca entre as bolsas de sangue saudável e o contaminado. O fato teria chegado ao conhecimento do Ministério Público que pediu para Justiça a interdição da instituição. A Justiça negou por que o Banco de Sangue de Erechim é o único prestador de serviços desta natureza na região. A instituição está há meses com problemas financeiros e com administrador indicado pela Justiça. 

    De acordo com a investigação conduzida pelo MP, a contaminação aconteceu no mês passado, quando uma pessoa foi internada para realização de uma cirurgia no Hospital de Santa Terezinha. Lá, ela teria recebido o sangue contaminado.

    “Houve um erro do banco de sangue e por conta desse erro, uma pessoa foi contaminada pelo vírus HIV, por causa dessa bolsa contaminada que foi mandada para o hospital, isso nós sabemos porque isso foi confessado pelo banco de sangue”, disse a promotora de Justiça, Karina Denicol.

    A direção do banco de sangue disse ao MP que o sangue contaminado foi detectado nos testes, mas na hora de separar a bolsa, uma funcionária teria se confundido, misturando com o material apto para o uso. A responsável teria sido advertida e afastada.

    Por conta da contaminação, a Justiça determinou que a vigilância sanitária estadual faça uma vistoria na Associação dos Receptores de Sangue de Erechim para verificar se todos os procedimentos estão sendo adotados.

    Já o Ministério Público quer que o fornecimento de bolsas de sangue seja interrompido. A associação funciona há 27 anos e atende 32 cidades do Norte do estado.

    Por meio de nota, o banco de sangue alegou que se trata de um caso isolado e que todas as medidas foram adotadas para diminuir os efeitos da contaminação. Já a direção do hospital disse que está prestando todo o suporte e acompanhamento necessário ao paciente infectado.
  • 5 Dicas para parar de fumar

    Como parar de fumar


    Um estudo feito aqui no Brasil revela que todos os anos morrem mais de 5 milhões de pessoas fumantes e fumantes passivos! E de acordo com o a Organização Mundial de Saúde, as doenças ocasionadas pelo cigarro incluem também vários tipos de câncer e infarto. Vai aqui 5 Dicas para parar de fumar

    Para quem fuma, o cigarro é algo do tipo que proporciona um prazer, relaxamento, te deixa mais calmo, aumenta a sua concentração, diminui a tua fome, uma sensação de total conforto, que são efeitos psicoativos bem favoráveis "SÓ QUE NÃO", isso nada mais é que o efeito da nicotina no cérebro. Pois são cerca de 5 mil substâncias toxicas que são ingeridas a cada tragada e o impacto dessa bomba de substâncias nocivas são devastadoras para a tua saúde.

    Com o tempo, a mistura de gases e partículas tóxicas no organismo desencadeia mais de 50 tipos de doenças diferentes. Além de câncer, problemas cardiovasculares e respiratórios, ainda há o aumento das incidências de derrame cerebral, doença vascular periférica (problemas circulatórios), impotência e morte súbita.

    Sei que tu vais me dizer que" Eu não fumo, não sei como funciona esse vicio, que é muito difícil parar de fumar"! Sim eu não fumo e imagino que deve ser horrível largar o vicio do cigarro... Até porque estou tentando largar meu vicio do chimarrão e não consigo "MAS TO NA LUTA". Mas enfim tem que ter força de vontade, veja abaixo 5 Dicas para para de fumar

    1-Dia D
    Escolha um dia e decida que você quer e vai parar de fumar, vá tentando diminuir um cigarro a cada dia assim você não sentirá muito de começo, pois se largar bruscamente pode não aguentar a voltar a fumar.

    2- Não fique em locais com muito fumantes
    Bom se tu realmente quer parar evite locais que tenha muito fumantes, se não puderes evitar se afaste enquanto eles fumam. pois se ficar perto deles pode ser uma tentação pra ti e tu não conseguir segurar a vontade de fumar.

    3- Mude sua rotina
    Muitos costumam fumar após as refeições, durante o chimarrão, acompanhando um cafezinho e etc... Tente mudar seus hábitos após tuas refeições ache algo para se entreter e esquecer do cigarro, mude o lugar que tu faz as refeições, coloque bala menta na boca para passar a vontade de fumar.

    4- Cuidado para não criar outros vícios
    Pois é tudo mundo sabe que os vícios são uma válvula de escape para a ansiedade para a maioria das pessoas e com o cigarro não é diferente. Então parar de fumar é só uma parte do problema resolvido, pois a ansiedade continua lá e precisa ser tratada... Alguns ex-fumante costumam se agarrar em outras formas de substituir o cigarro e acabam consumindo alimentos altamente calóricos para suprirem a falta do cigarro e isso implica também na saúde. O peso aumenta, diabetes, colesterol alto, problemas de coração são só alguns.

    5-Pratique exercício físico
    Praticar exercício físico ajuda e muito quem ta querendo parar de fumar, além de te deixar em forma, vai ajudar a liberar pelo suor tudo de ruim que o cigarro deixou em seu corpo, tome bastante água durante o dia. Isso ajuda a limpar teu organismo. Olha um conselho meu e que sempre estou tentando incentivar meu marido a parar de fumar pela sua saúde, mas ele é que tem que querer parar.

    *Com informações Exame.com

    Meningite Bacteriana

       Meningite

    Olá minhas lindezas vim conversar com vocês hoje sobre a Meningite Bacteriana o verão vem aí e você que tem filho pequeno tem que redobrar os cuidados, pois essa doença é nem perigosa.  Quero falar um pouco dos sintomas que ela tem.

    • Dor de cabeça
    • Febre
    • Vômito
    • Rigidez de nuca

    Outras manifestações que podem ocorrer: choro intenso, sonolência, manchas avermelhadas na pele e moleira alta.

    Como agir:
     Á primeira suspeita de meningite procure o serviço de Saúde mais próximo.
    Mantenha os ambientes arejados (a bactéria da meningite morre muito rápido no ambiente).
    Evite a auto-medicação.
    A melhor medida a ser tomada nesse caso é o tratamento imediato da doença.

    E Como é transmitida:
    De pessoa para pessoa através das secreções do nariz e da boca. A melhor maneira de enfrentar a meningite é ficar bem atento.

    Meningite o que é?
    A meningite é a inflamação das meninges (membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal).  Pode ser causados por diversos agentes como vírus, bactérias, fungos e protozoários.
    Vacinas:
    As vacinas contra meningococo dão proteção parcial e são especificas para cada sorogrupo, não eliminando a doença por completo.
    Limitações das vacinas.
    — Algumas não protegem crianças abaixo de dois anos.
    — Não alteram a condição de portador.
    — Protegem por tempo limitado (aproximadamente dois anos).
    Por isso, as vacinas só são indicadas para controle de surtos e epidemias. As outras medidas de controle devem ser mantidas (notificação e investigação de casos, tratamento dos contatos domiciliares dos doentes).




    Os benefícios do agachamento

     agachamento e seus benefísicios
    Olá meus amores tudo bem com vocês? Bom para você que que quer dar um help no seu bumbum e nas suas coxas um dos exercício que eu adoro fazer é o agachamento! E por isso quis falar um pouco mais sobre os benefícios do agachamento para você.

    Bom o agachamento é um exercício que fortalece e ajuda a desenvolver os músculos das coxas, das pernas e do bumbum. Ele pode ser feito tanto por iniciantes como por atletas de mais alto nível, mas varia a quantidade de carga que será usado e também o número de séries e repetições feitas. E o agachamento ganha cada dia mais popularidade no mundo fitness e vai além das razões estéticas, pois traz muitos benefícios para seu corpo e para tirar o corpo do comodismo.

    Veja alguns dos benefícios do agachamento

    1- Faz estimular a produção de hormônios para desenvolvimento muscular:
    Este exercício envolve um grande número de músculos e quando esses estão em atividade intensa, ocorre também a liberação de testosterona e GH, que são os hormônios responsáveis pela construção e o crescimento muscular, os resultados mais notados com esse exercício são o bumbum e as coxas mais vários outros músculos se beneficiam do agachamento.
     Mas tome cuidado embora o agachamento tenha seus benefícios para você que vai começar agora comece de vagar e com calma pois uma carga grande desse exercício pode ser negativo para você.


    2-Ajuda sua mobilidade e sua vida cotidiana
    Bom o agachamento e realizado diversas vezes no dia no sentar e levanta,subir e descer escadas,abaixar para pagar algum objeto no chão. Quem pratica esse exercício tem menos chance de sofrer com alguma lesão durante a realização dessa atividade.


    3-Alivia as dores nas costas e corrige a postura
     Quando tu fortalece a tua musculatura dos membros inferiores, você poupa os músculos da região lombar nas atividades pesadas. Sem contar que o agachamento ajuda a alinhar a sua postura, evitando assim as lesões e fraturas. Como eu disse acime tenha cuidado na hora de elaborar esse exercício para não lesionar sua coluna deixarei alguns vídeos para te ajudar nesse exercício.


    4- Para que não tem tempo para fazer exercícios
    Pois é pra você que diz que não tem tempo para fazer atividades físicas acabou sua desculpa eis o agachamento, pois ele tão eficaz que reduz teu tempo gasto na academia, porque, além de trabalhar todos os seus músculos ele ajuda a queimar gordura e a acelerar seu metabolismo. Por isso não perca tempo e faça esse exercício em casa no conforto do seu lar.

    Ajuda a fortalecer os músculos do abdômen. O agachamento também tonifica os músculos da região abdominal e ajuda a diminuir centímetros da cintura. Os músculos dessa região são mobilizados durante o movimento porque servem para manter o equilíbrio e a postura alinhada. Por isso, é importante sempre contrair o abdômen durante o exercício.
    Com essa lista de vantagens, você terá mais motivação para encarar o agachamento dentro e fora das academias.









    Saúde

    O beijo perigoso

                         Beijos pode transmitir doenças
     Beijos pode transmitir doenças

    Pois é gente já imaginou um "Beijo Perigoso" é mais tem, e a doença é muito fácil de contrair do que você imagina!!! Por meio desse beijo você pode contrair uma doença chamada de mononucleose, uma doença que tem o sintoma mais ou menos parecido com a gripe.

    Um simples beijinhos pode pode também ter suas consequências!!! Ele é a forma mais comum de transmissão dessa doença que é chamada de mononucleose, ela é provocada por um vírus chamado "Epstein-Barr". E os principais sintomas são. " Febre alta, dor no corpo todo,e dor de garganta", isso que fala é Dr. Gustavo Gusso, que é especialista em medicina da família e comunidade pela Universidade Federal de São Paulo (SP).

    Essa doença pode sim ser confundida com uma gripe, mas se a pessoa estive com o seu sistema imunológico baixo, poderá também aparecer gânglios aumentados, principalmente na região da garganta... E sem contar que com tudo isso ainda pode ter um quadro leve de hepatite.

    Mas não fique assustado nem sempre essa doença vem do beijo!!! Mesmo sabendo que ela é transmitida pela saliva, a mononucleose pode também ser transmitida pelo ar, então por isso evite as aglomerações em ambientes fechados, leve as mão com frequência, a mononucleose não é uma doença grave e seus sintomas dura de seta a dez dias...

    *Com Informações do Site Corpo a Corpo

    Cirrose no fígado

                        Cirrose no figado sintomas

    http://www.poderdasmaos.com.br/
    Cirrose é uma doença crônica do fígado que se caracteriza por fibrose e formação de nódulos que bloqueiam a circulação sanguínea. Pode ser causada por infecções ou inflamação crônica dessa glândula. A cirrose faz com que o fígado produza tecido de cicatrização no lugar das células saudáveis que morrem. Com isso, ele deixa de desempenhar suas funções normais como produzir bile (um agente emulsificador de gorduras), auxiliar na manutenção dos níveis normais de açúcar no sangue, produzir proteínas, metabolizar o colesterol, o álcool e alguns medicamentos, entre outras.
    A cirrose é mais comum em homens acima dos 45 anos, mas pode acometer também as mulheres. O uso abusivo de álcool fez crescer o número de portadores da doença nos últimos anos.

    Causas

    O abuso do álcool é a principal causa da cirrose. Como o fígado é responsável pela metabolização dessa substância, quando exposto a doses excessivas de álcool, sofre danos em seus tecidos vitais que comprometem seu funcionamento.
    Também são causas de cirrose as hepatites crônicas provocadas pelos vírus B e C, pelo uso de determinados medicamentos e pela hepatite auto-imune.

    Sintomas

    Os principais sintomas da cirrose são: náuseas, vômitos, perda de peso, dor abdominal, constipação, fadiga, fígado aumentado, olhos e pele amarelados (icterícia), urina escura, perda de cabelo, inchaço (principalmente nas pernas), ascite (presença de líquido na cavidade abdominal), entre outros. Em casos mais avançados pode ocorrer a encefalopatia hepática (síndrome que provoca alterações cerebrais provocadas pelo mau funcionamento do fígado).
    No entanto, durante muito tempo a doença pode evoluir sem causar sintomas.

    Tratamento

    Cirrose é um processo patológico irreversível que pode ser fatal. Portanto, é importante fazer o diagnóstico precoce para iniciar o mais depressa possível o tratamento que pode adiar ou evitar que surjam complicações mais graves.
    A primeira coisa a fazer diante do diagnóstico de cirrose é eliminar o agente agressor, no caso de álcool e drogas, ou combater o vírus da hepatite.
    Para casos mais graves, o transplante de fígado pode ser a única solução para a cura definitiva da doença.

    Fatores de Risco

    * Uso excessivo de álcool;
    * Infecção pelos vírus da hepatite B ou C;
    * Algumas doenças genéticas (por exemplo, Doença de Wilson);
    * Hepatite auto-imune;
    * Cirrose biliar primária.

    Recomendações

    * Evite o uso abusivo de álcool;
    * Utilize preservativo nas relações sexuais e seringas descartáveis para evitar a contaminação pelos vírus das hepatites B e C;
    * Não descuide do tratamento para as hepatites B e C crônicas a fim de que não provoquem cirrose;
    * Procure vacinar-se contra hepatite B para evitar o risco de contrair essa doença.

    Doença de Alzheimer

                       Doença de Alzheimer sintomas

    Por Adriana Mioto
    Doença de Alzheimer sintomas http://www.cantinhojutavares.com
    https://encrypted-tbn0.gstatic.com/
    Oi amores pois hoje venho falar sobre uma doença que vem afetando nossos amados da terceira idade cada vez mais a Doença de Alzheimer, o Alzheimer é uma doença o cérebro e que prejudica inicialmente a memória. A capacidade de comunicação verbal, e de reconhecimento de pessoas e de alguns objetos e a execução de atividades também  é muito afetada.

    É degenerativa e progressiva e se inicia, com mais frequência, depois dos 65 anos. Os sintomas aparecem lentamente, mas se o tratamento começar cedo, o desenvolvimento da enfermidade é mais lento também.


    Os primeiros sintomas de Alzheimer 

    Os primeiros sintomas da doença são as confusões  e o esquecimento. A pessoa não encontra palavras para se comunicar adequadamente, deixa pensamentos inacabados, e esquece com muita frequência os fatos e conversas recentes.

    Vírus descoberto no Brasil causa paralisia nas pernas e pode até matar


    Novo vírus pode matar: Sintomas Diarreia, vírus e paralisia

    Vírus descoberto no Brasil causa paralisia nas pernas e pode até matar http://www.cantinhojutavares.com
    https://encrypted-tbn3.gstatic.com/

    Os pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz "Fiocruz" acharam a existência de um vírus novo no Brasil. Ele se chama (Gemycircularvirus), esse vírus foi encontrado nas fezes de crianças que moram em Manaus, e também no Amazonas, Esse Gemycircularvirus pode causar a paralisia e até matar.


    As lideres da pesquisa Patrícia Puccinelli Orlandi e Maria Deane do Instituto Leônidas, explicaram que, no ínicio, pensou que se tratava de uma variação do ratavírus. "Mas relatos de médicos da região sobre crianças que ficaram paralisadas aguçam a nossa curiosidade cientifica para descobrir a causa do problema", falou a ciêntista.


    E também sengundo ela, em alguns dos casos do infectado fica sem poder mexer as pernas totalmente imóvel." É diferente da fraqueza provocada pela diarreia. É uma paralisia total, o paciente não se sustenta". E também de acordo com a pesquisadora, esse novo vírus pode se migrar para o sistema nervoso central, e assim provocar uma encefalite e levar até a morte.


    Como livrar-se desse vírus?

    Como esse vírus é uma infecção e afeta as pessoas de qualquer idade, principalmente quem mora em locais sem saneamento básico, o ideal é que você não ande descalço. e se sentir qualquer sintomas como diarreia, e fraqueza nas pernas procure imediatamente um posto médico.


    Fonte: com informações do IG

    Saiba o que é coronavírus Mers e como ocorre a transmissão

    Doença já provocou a morte de mais de 15 pessoas na Coreia do Sul e deixa Organização Mundial de Saúde em alerta

    Por: Bruna Scirea
    15/06/2015 - 16h03min
    Mãe e filha usam máscaras em hospital de Seul, capital da Coreia do SulFoto: JUNG YEON-JE / AFP

    A Mers é uma síndrome respiratória provocada por uma variante do coronavírus, identificada pela primeira vez na Arábia Saudita, em 2012. Entre maio e junho deste ano, a doença provocou a morte de mais de 15 pessoas na Coreia do Sul, deixando em alerta a Organização Mundial de Saúde (OMS). O órgão estima que 36% dos casos terminam em óbito.

    Veja abaixo como se dá a transmissão da doença, quais são os sintomas, tratamento, possibilidades de prevenção, e quais as chances de o surto da Mers chegar ao Brasil.

    OMS irá convocar reunião de emergência sobre o MERS

    O que é a Mers?

    A Mers (Middle East Respiratory Syndrome) é uma síndrome respiratória provocada por uma variante do coronavírus altamente agressiva, denominadaMERS-CoV, identificada pela primeira vez em 2012, na Arábia Saudita. De acordo com a OMS, 36% dos casos de Mers evoluem a óbito.

    TransmissãoO contágio se dá por meio do contato próximo com pessoas ou animais infectados. De acordo com a OMS, a transmissão de pessoa para pessoa ocorre com o contato próximo com um paciente. O vírus, presente nas secreções respiratórias, pode ser transmitido por meio da tosse e espirro do paciente infectado.


    Há indícios ainda de que, na transmissão de animais para humanos, os camelos sejam uma importante fonte transmissora. Estudos comprovaram que um vírus encontrado neste animais em países como Egito, Catar, Omã e Arábia Saudita era o mesmo que infecta o homem. Porém, ainda não foi comprovado que camelos, ou outros animais, sejam reservatório do vírus.

    Sintomas

    Os sintomas da doença são os mesmo de uma forte gripe: febre, tosse, dificuldade para respirar, diarreia e náusea. Em casos mais graves, a doença evolui para pneumonia, insuficiência respiratória, lesão pulmonar aguda, infecção generalizada, insuficiência renal e pericardite (inflamação no pericárdio, membrana que envolve o coração). 

    Prevenção

    Não há vacina. As medidas preventivas são semelhantes as do combate a gripe e incluem: lavar as mãos com frequência, cobrir nariz e boca ao tossir ou espirrar e evitar o contato com pessoas infectadas.


    Tratamento

    Não há remédio específico para a Mers. O tratamento é feito com medicamentos que aliviam os sintomas dos pacientes.

    Quais os países mais afetados?

    Mais de 400 mil mortes causadas pela Mers foram registradas entre 2012 e junho de 2015. Neste período, a doença foi identificada em 25 países da Ásia, África, Europa e América. Cerca de 85% dos casos, no entanto, foram verificados na Arábia Saudita.

    O novo foco da doença agora é a Coreia do Sul, que está em alerta após a confirmação de mais de 15 mortos em função da doença e mais de cinco mil pessoas em quarentena, de maio a junho deste ano.

    Quem corre risco?

    Principalmente pessoas que visitaram a Península Arábica e a Coreia do Sul e, porventura, tiveram contato com infectados.

    Há chances de chegar ao Brasil?
    O risco existe, mas é mínimo, afirma o professor de Infectologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Luciano Goldani. 

    De acordo com o infectologista, existe uma mobilidade muito grande para a Coreia do Sul (atual foco da doença), principalmente em função de negócios. Para que o vírus seja transmitido de uma pessoa para outra, no entanto, é preciso contato prolongado com pacientes infectados.

    — O infectado se torna um transmissor quando já está muito doente, tossindo bastante. Nessas condições, em uma país que já está em alerta, ele certamente estará hospitalizado, não oferecendo riscos aos demais — afirma Goldani.

    Mas, como todo cuidado é válido, o especialista alerta: pessoas que visitarem países com casos de Mers precisam estar atentos às medidas preventivas e, caso surjam sintomas parecidos com o de uma forte gripe, devem buscar ajuda médica imediata.

    Leia mais notícias de mundo

    E a SARS?

    Os vírus da família Coronaviridae eram conhecidos por causar infecções simples no homem, como o resfriado comum ou a diarreia. Na última década, no entanto, surgiram novas variantes do vírus, altamente agressivas.

    O primeiro surto provocado por uma nova variante ocorreu entre 2002 e 2003, com os primeiros registros na China - e depois casos verificados em mais de 30 países. Conhecida como SARS (Severe Acute Respiratory Syndrome), a doença causava uma grave e altamente contagiosa infecção pulmonar e foi causa da morte de mais de 700 pessoas.

    A doença foi controlada após intervenção da OMS, com isolamento de casos, quarentena de pessoas com suspeita da infecção e alerta em viagens a regiões acometidas.

    * Zero Hora
    Subir