04 março 2016

Lula: Polícia deflagra nova fase do Lava Jato na casa de Lula

A ação é realizada desde esta madrugada de sexta-feira (4) em três estados. Ex-presidente Lula é um dos alvos de condução coercitiva.
Ex-presidente-Lula-Policia-deflagra-nova-fase-do-Lava-Jato-na-casa-de-Luis-Inacio-Lula-da-Silva
Lula: Polícia deflagra nova fase do Lava Jato na casa de Luiz Inácio Lula da Silva
A operação Lava Jato que começou no mês de março de 2014 e que investiga um grande esquema bilionário de lavagem de dinheiro e evasão de dividas, que está chegando á 24ª fase nessa sexta-feira dia (4) de março. E segundo a Polícia Federal (PF), essa operação está ocorrendo na casa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo, e também em outros pontos de São Paulo, no Rio de Janeiro e também na Bahia. O Instituto Lula também é um dos alvos da ação da (PF).
A Polícia Federal diz que, o ex-presidente é um dos mandados de condução coercitiva- quando a pessoa é obrigada a prestar o depoimento. Ele não foi preso.

Por volta das 8he40min, Lula foi levado para o Aeroporto de Congonhas, em um carro descaracterizado para depor á PF. Ás 8h51min, ele já estava prestando seu depoimento dentro do Aeroporto.

O Instituto Lula avaliou a ação da PF como "arbitrária, ilegal e injustificável".


"A violência praticada hoje (4/3) contra o ex-presidente Lula e sua família, contra o Instituto Lula, a ex-deputada Clara Ant e outros cidadãos ligados ao ex-presidente, é uma agressão ao estado de direito que atinge toda sociedade brasileira. A ação da chamada Força Tarefa da Lava Jato é arbitrária, ilegal, e injustificável, além de constituir grave afronta ao Supremo Tribunal Federal", fala o texto.
  
Paulo Okamoto que é presidente do Instituto Lula, igualmente é alvo de outro mandado de condução.

A Polícia Federal também cumpre mandados de busca e apreensão na casa do ex-presidente Lula, na e empresa de seus filhos e também no sítio em que era constantemente frequentado por Lula em Atibaia.

Ao todo, foram expedidos 44 mandados judiciais, sendo que 33 de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva.

Foram mais ou menos duzentos policiais federais e 30 auditores da Receita Federal que participaram da ação, que foi batizada de "Aletheia". O termo é uma referencia á expressão grega que significa "busca da verdade".

No Rio de Janeiro, os mandados estão sendo cumpridos na capital, assim como também na Bahia. Já em São Paulo, os municípios em que a operação é realizada em: São Paulo, São Bernardo do Campo, Atibaia, Guarujá, Diadema, Santo André e Manduri.


   * Fonte G1 e Youtube                           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá seja bem vindo ao Blog obrigado por sua visita deixe o seu comentário e se tiveres alguma dúvida entre em contato com a gente beijos