05 novembro 2014

Não consigo ter orgasmo: veja 7 motivos que estão te impedindo de chegar lá

MdeMulher
por Redação
 dificuldade para atingir o orgasmo ainda é um problema na vida de muitas mulheres. Além de possíveis impasses no relacionamento com o parceiro, uma série de outros fatores bastante pessoais também podem representar barreiras para a chegada ao clímax e diminuir o prazer sexual. Confira sete motivos que atrapalham o orgasmo feminino e veja como driblá-los.

Fase do ciclo menstrual
Você provavelmente já percebeu que em certos dias do mês sua libido pode estar maior ou menor. Isso acontece porque o ciclo menstrual também impacta no prazer: Na semana da menstruação e na seguinte, o organismo está com os hormônios em alta, o que contribui para o aumento da libido e da lubrificação. Por outro lado, no meio do ciclo e na semana anterior à menstruação, quando a mulher está ovulando, o sexo pode ser mais tenso e doloroso, além de ser afetado pelos reflexos físicos e psicológicos da TPM, que dificultam o relaxamento da mulher.


Efeito de remédios

Alguns medicamentos causam efeitos colaterais no organismo que impactam na queda de libido e, consequentemente, tornam mais difícil a chegada a orgasmo. Antidepressivos, por exemplo, que agem no sistema nervoso, podem alterar os níveis de hormônios relacionados ao bem-estar. Outros tipos de medicação ainda podem ter como efeito sonolência, desconforto e sensibilidade física, que podem deixar o sexo menos prazeroso.

Insegurança e baixa autoestima
Você fica com vergonha do seu corpo na hora do sexo? Isso pode estar diminuindo – e muito – o seu prazer. Se você não se sente à vontade consigo mesma dificilmente conseguirá explorar melhor o próprio corpo ou ficar completamente à vontade com os toques do parceiro. Além disso, a baixa autoestima tende a fazer com que você se preocupe mais em agradar ao outro do que a você – a saúde psicológica é fundamental para aproveitar melhor o momento.


Medo de não ter orgasmo
A própria dúvida e o receio de não conseguir chegar lá também podem te atrapalhar. Nesse caso, a principal dica é segurar a expectativa e não direcionar todo o desempenho para isso.

Culpa
A educação sexual que a mulher recebe ao longo da vida também pode contribuir para a diminuição do prazer: a vergonha de se masturbar e ousar no sexo, além da preocupação com as impressões do homem sobre ela podem travar o corpo e a mente e tornar o orgasmo mais difícil. Se você tem esses sentimentos no momento do sexo, é importante esclarecer dúvidas e receios com um especialista para se livrar do sentimento de culpa.


Falta de concentração no sexo
O dia a dia agitado, as demandas no trabalho, a ansiedade e o estresse podem fazer você desviar sua atenção do sexo, o que dificulta o orgasmo porque impede que você preste total atenção nos pontos e movimentos mais prazerosos. Para resolver o problema, um banho ou massagem relaxantes antes do sexo podem fazer toda a diferença.


Problemas de saúde
Além de doenças psiquiátricas, como a depressão e a ansiedade, outros problemas de saúde também interferem no prazer sexual. Candidíase, herpes e outras infecções na vagina, por exemplo, podem causar dor durante a penetração, enquanto doenças como a diabetes alteram os níveis hormonais no organismo. Além disso, alcoolismo e tabagismo também provocam queda na libido.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá seja bem vindo ao Blog obrigado por sua visita deixe o seu comentário e se tiveres alguma dúvida entre em contato com a gente beijos