16 junho 2014

Inveja no cotidiano: Como lidar com a inveja

 como-lidar-com-a-inveja


A inveja é um ataque ao outro. Ataca aquilo que o outro tem de bom e procura destruir. Por isso, envolve basicamente duas pessoas. A inveja é espoliadora, hostil, ataca as qualidades do outro. Está ligada à voracidade e desconsidera o custo que o outro teve para ter o êxito que o invejoso quer tirar reconhecendo-o como algo bom.



Tira não para usufruir, mas para tomar posse e destruir. O invejoso reconhece as qualidades do outro, porém não as tolera e as ataca ou as desqualifica. É uma ambição presunçosa, ferindo os sentimentos do outro e suas conquistas.

O invejoso não tolera o sucesso e nem o prazer que o outro poderia lhe proporcionar com tal conquista. E por conta disso, não manifesta gratidão alguma. Quando percebe que o outro obterá sucesso ou que tem algo a mais que ele não tem, ataca, cria obstáculos para que a pessoa não alcance.



Tem dificuldade ou, até mesmo, não escuta o que o outro tem a dizer, pois para ele nada que possa vir do outro lhe serve. Citando a psicanalista inglesa Betty Joseph: “Uma pessoas excessivamente invejosa, portanto, pode achar tão difícil tolerar que a outra tenha alguma coisa para lhe dar que ele não pode reconhecer ou usar a outra pessoa construtivamente”. Podemos ver isso na forma de uma verdadeira incapacidade de receber informação ou ajuda-a verdade, de percebê-la.



Pode ser um elemento importante em crianças que não conseguem aprender na escola, como se elas simplesmente tivessem de rejeitar qualquer tipo de ajuda (não se pode generalizar a todo problema de aprendizagem). Esse problema pode impedir que o indivíduo leia e utilize livros, artigos científicos e etc...



Uma vez que o sentimento é o de ter de conhecer o que está escrito antes de lê-lo e, portanto, a mente não fica livre para acompanhar o argumento do livro ou do artigo. Pode impedi-lo de utilizar ou acreditar na ajuda ou no conselho de um profissional ao seu alcance. Podemos ver um aspecto semelhante naquilo que eu chamaria de murchar da conversa.



Uma pessoa muito invejosa dificilmente consegue tolerar escutar o que a outra está falando, e pode encontrar todo tipo de artifício para parar a conversa, Tomando conta do assunto, paralisando-a, porque não consegue tolerar ouvir coisas divertidas, experiências e pensamentos interessantes que venha de outra pessoa." Pessoas assim também não desfruta do prazer.



Novamente Drª Betty Joseph diz: “A pessoa invejosa é espoliadora” em seus relacionamentos, ainda que seja de modo oculto, inclusive para si mesma, sentirá seu mundo hostil ou espoliador para si e se tornará desconfiada em relação às outras pessoas, de modo que o mundo torna-se desagradável para si própria e ela fica cada vez mais na defensiva e menos capaz de usufruir.



De fato, um dos grandes problemas das pessoas invejosas, mesmo nos casos em que a inveja não é consciente, é que elas têm pouco prazer na vida real. Quando elas têm boas experiências de prazer, ocorre-lhes o importuno sentimento de que não podiam ter mais, ou se conseguiram ter tido antes; teria sido tão melhor quanto eram mais jovens.



E outra maneira de idealizar o outro para evitar a inveja excessiva. Com isso o outro fica distante, fora do seu alcance. Atrás há uma inveja muito grande que impede o reconhecimento das diferenças e o desejo é de triunfar sobre o outro. Seria como se pensasse: “Já que não posso ser como ele coloca-o o mais distante possível, assim não o invejo, coloco-o num pedestal para não reconhecer que ele tem algo bom que eu desejo ter”.



O outro se torna alguém inalcançável, inatingível. E o invejoso põe-se numa atitude de suposta humildade como uma forma de ataque.


Características de pessoas com inveja

 como-lidar-com-a-inveja

Quem é invejoso? É um indivíduo internamente destruído e desqualificado. Que não coisas boas em si e projeta tudo no outro. Internamente é pobre de afetos e qualidades. Suas relações são pobres, pois se relacionar seria reconhecer que necessita do outro. E isso não pode tolerar. Reveste-se de arrogância e prepotência, mas por trás é impotente, inseguro e psiquicamente pobre.



É importante fazer diferença entre inveja e ciúme. Inveja é o que vimos até agora; ciúme acontece quando um terceiro entra na relação de duas pessoas, seja de namorados, casais ou até amigos. Há o medo de perda do seu amado para o outro que chega.



 Logicamente não se pode generalizar a ser um franco-atirador, atribuindo inveja a todas e quaisquer atitudes de alguém. É preciso ter um conhecimento profundo do que seja mesmo inveja, porque é muito sutil e ninguém está plenamente livre dela.


Um comentário:

  1. Olá Ju,
    Feliz em poder compartilhar de mais uma pe´rola escrita por ti.

    A paz opõe-se ao ódio, à desavença, à contenda, à INVEJA, à chantagem psicológica, aos excessos e coisas semelhantes.Este fruto do Espírito guarda a alma do desespero, a aflição e da desconfiança, conforme escreve Paulo:
    "E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações
    e os vossos sentimentos em Cristo Jesus"
    Fp 4.7

    Em Cristo,
    ***Lucy***

    ResponderExcluir

Olá seja bem vindo ao Blog obrigado por sua visita deixe o seu comentário e se tiveres alguma dúvida entre em contato com a gente beijos