14 maio 2014

Doenças respiratórias: Causas e sintomas

Doenças-respiratorias-quais-os-sintomas

Doenças respiratórias: Causas e sintomas! Oi gente, pois é com o inverno chegando e essas mudanças bruscas no clima, o com as baixas temperaturas que estão por vir aqui no Rio Grande do Sul. E as pessoas tendem em ficarem mais doentes nesta época de frio.
As doenças respiratórias podem ser de natureza infecciosa ou alérgica:

Doenças Infecciosas:

São causadas por vírus e bactérias, como os resfriados e pneumonias. E o contágio é favorecido em ambientes fechados, aglomerações, contato com pessoas portadoras de agentes causadores de enfermidades, principalmente tosse e espirros.

Doenças Alérgicas:

São causadas pela hipersensibilidade geneticamente herdada para determinados agentes, como a poeira domiciliar e ácaro. Hoje sabemos que as infecções respiratórias participam no desencadeamento das crises alérgicas em muitas oportunidades. Daí a necessidade da prevenção, principalmente das viroses, no controle e tratamento dos pacientes alérgicos.

É oportuno relacionar aqui alguns pontos de interesse para pessoas portadoras de alergias respiratórias.

Doenças relacionadas a Poeira domiciliar:

Correspondem ao acúmulo de fibras de tecidos, escamas de animais, pólen, insetos, ácaros, fungos...

Doenças por Ácaros:

Seres microscópicos que se desenvolvem em climas moderadamente frios e úmidos. Suas fezes são potentes precipitantes de crises alérgicas.

Doenças relacionadas aos animais domésticos:

Pele, pelas salivas e urinas são também agentes provocadores de crises alérgicas.

Doenças por Fungos:

O mofo é encontrado em ambientes pouco ventilados, úmidos e escuros. A inalação desses microrganismos e seus esporos funcionam como gatilho, capazes de deflagrar mecanismos que desencadeiam alergias agudas.

Doenças relacionadas ao Fumo:

A inalação de fumaça, gazes, odores ativos, aerossóis, frequentemente relacionam-se sintomatologia alérgica.

Doenças relacionadas ao Estresse:

As alergias não são consideradas doenças emocionais; entretanto, a relação íntima entre as crises agudas e o descontrole emocional faz parte das experiências de vida dos alergistas.

Doenças por causa dos Medicamentos

Alguns medicamentos, como aspirinas e outros antiflamatórios (em pacientes sensível) podem desencadear fenômenos alérgicos importantes. Evitar automedicação e buscar orientação médica é a melhor maneira de diminuir os riscos desnecessários.

Pela exposição anterior pode-se aferir que o controle ambiental é práticas preventivas são fundamentais no tratamento das doenças respiratórias alérgicas. O alergista despõe, hoje, além do diálogo com o seu paciente, de exames complementares e sofisticados, testes alérgicos e vacinas de qualidade, que permitem diagnosticar e tratar as doenças respiratórias alérgicas adequadamente.


2 comentários:

  1. Oi flor, vi seu recadinho lá no face e vim conhecer seu blog, muito lindo, meus parabéns, já estou te seguindo...

    Em relação ao post, tenho rinite alérgica, sempre tenho que estar tomando remédio, #tensoo :(
    As vezes me da algumas crises alérgicas, terrível mesmo... Não desejo p/ ngm...

    www.sessaofeminina.com.br

    Flor, já estou te seguindo, segue tbm?

    Estarei aguardando ansiosa por sua visita e por seu recadinho

    bjkss ;*

    ResponderExcluir
  2. Oi flor!
    Eu tenho rinite alérgica, sofro bastante com essas mudanças climáticas e pra completar tenho desvio de septo que só é resolvido com cirurgia que pretendo fazer.


    Ah! Já estou seguindo! ^^
    Beijos
    Leitura Por Lillifee

    ResponderExcluir

Olá seja bem vindo ao Blog obrigado por sua visita deixe o seu comentário e se tiveres alguma dúvida entre em contato com a gente beijos