Estimulantes para que servem e que mal faz a saúde?

Tempo de leitura:


para-que-servem-os-estimulantes

O que são Estimulantes?

Os estimulantes são substância capazes de acelerar o funcionamento do cérebro e com esta hiperexcitabilidade aumentam o estado de alerta, diminuem o sono e o apetite, e aumentam capacidade física para o trabalho e esportes, apesar de diminuir o desempenho.

Leia Também

===> Tudo Sobre Estimulantes


Os estimulantes mais conhecidos são a cocaína, a anfetamina e derivados anfetamínicos (conhecidos como remédios para emagrecer). As anfetaminas também são conhecidas como bola, boleta, e pedra.


O que são Anfetaminas?

São produtos sintéticos, obtidos em laboratórios. Existem várias drogas anfetamínicas com efeito estimulante similar. Elas podem ser ingeridas na forma de comprimidos e também podem ser injetadas. A anfetamina é uma droga ilícita, mas alguns anfetamínicos são disponíveis no mercado para uso médico.


Para que são Usadas as anfetaminas?

As drogas semelhantes às anfetaminas são usadas com propósitos médicos em vários casos: 1) Para facilitar a perda de peso, 2) para controle de doenças comportamentais de crianças (hiperatividade), 3) para controle de sintomas de narcolepsia (alteração de sono-quando a pessoas dormem em qualquer local e hora do dia). Muito mais freqüentemente são usadas com fim de abuso. Lembramos: Só podem ser receitados por médicos.


Quem Utiliza esses estimulantes?

São utilizadas de forma não-médica, às vezes:1)por desportistas, para suportar o maior esforço, 2) por estudantes, para manterem-se por um maior período de tempo acordados, ou 3)por pessoas que utilizam álcool ou tranquilizantes e desejam obter um efeito contrário aos mesmos. Estudantes brasileiros, de 1º e 2º graus, usam ilicitamente substâncias anfetamínicas para ficarem acordados ou para diminuir o peso.


Por que os estimulantes são usados com o fim de abuso?

Nas doses usuais os derivados anfetamínicos aumentam o sentido de alerta e previne a fadiga. Outra razão para o uso abusivo é que elas causam euforia (um tipo de alegria), e aumento dos reflexos, o que dá a impressão para o indivíduo de que ele é mais sociável, mais falante e mais eficiente nas atividades físicas. Além disso, algumas vezes começam  a ser usadas para diminuição do apetite e, quando a pessoas deseja parar de usar, não é capaz. Portanto, mantém o uso pela dependência.


Que mal fazem para a saúde os estimulantes?

O abuso de anfetamínicos pode causar vários tipos de problemas. Muitos relacionam-se com o fato a pessoa ser incapaz de avaliar sua condição física e psicológica, quando sob ação da droga. Outras complicações são associadas com os efeitos das drogas, tais como: A) irritabilidade, tensão, ansiedade, tremor fino e perda de peso, com deficiência alimentar; B) problemas cardíacos, com aumento da pressão arterial e arritmias (coração bate em ritmo acelerado); C) Associados com a administração da droga, como problemas de infecção no local de injeção ou, até mesmo generalizada (AIDS,hepatites); D)Condições de emergências, tais como febre e convulsões ou psicose aguda pelo uso de doses muito altas


Estimulantes produzem dependência?

Sim, com certeza os estimulantes causam dependência. Sabe-se que o uso continuado destas drogas ocasiona necessidade de aumentar a dose para produzir efeito igual ao obtido no início do seu uso (Chama-se tolerância). Diversos sinais e sintomas aparecem quando o usuários regulares suspendem o uso da droga, o que é indicativo de dependência. A retirada pode ser acompanhada de fadiga e muita sonolência ou até mesmo depressão (com alto potencial suicida), já existente ou não. Esquizofrenia prévia pode ser ativada, por isso tome cuidado e converse com seu médico.


Existe tratamento para o usuário de Anfetaminas?

A retirada é o primeiro passo a ser tomado, porém a mesma deve ser realizada em um centro especializado, ou mesmo na própria residência, desde que existam cuidados médicos, pela síndrome de abstinência. A suspensão da droga compreende o início de um processo de tratamento que também precisa contar com a participação de psicoterapia, reuniões de grupos e ajuda de familiares.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá seja bem vindo ao Blog obrigado por sua visita deixe o seu comentário e se tiveres alguma dúvida entre em contato com a gente beijos

Subir