18 dezembro 2013

As cobranças no relacionamento pode acabar com o casamento?

                     
como-lidar-com-as-cobrancas-no-relacionamento


Dicas para ter um bom relacionamento

Oi gente pois é as cobranças que tem hoje em dia no relacionamento vem crescendo a cada dia e não dá para negar que: os relacionamentos estão se modificando e muito. Em todos os tipos de relacionamento, e principalmente: profissional, social e afetivo. E este tem se mostrado num momento caótico desta transformação, pois as pessoas estão saindo de uma posição e indo para o outro extremo.

Leia Também

A falta de desejo na hora H atrapalha no casamento?

Seu casamento está em crise? Descubra como lidar com a situação!

As 10 atitudes que fazem um homem desistir do casamento

O ciúmes pode matar


As cobranças no  trabalho, as reações ao comando têm sido as mais diversas, contratados não mais se subordinam ao que deveriam fazer. Nas relações sociais hoje em dia, qualquer desagrado leva ao rompimento da convivência, gera violência, nas relações afetivas, a linha que separa o individualismo do respeito à individualidade do outro ficou obscurecida pelo "eu não me afino com o jeito de ser dele (a)". Criou-se uma grande confusão entre o compartilhar e criar condições de harmonia e o virar as costas e "partir para outra".


Em momentos como os de hoje  onde não se encontra segurança em praticamente nada, a necessidade de se auto-afirmar acaba se manifestando em casa. Se o outro concorda e aceita o que é proposto, tudo bem, caso não ocorra a concordância, o conflito passou a existir. E aí começam as cobranças, as críticas...


E ainda resquícios do relacionamento onde ou você está a meu favor ou está contra mim, as cobranças se manifestam das mais variadas formas gente às vezes tem gente que coloca defeito por um fio de cabelo fora do lugar já faz logo um escândalo,  e desde as claras e objetivas até as dissimuladas e ocultas em manipulações e chantagens de difícil identificação. E está cada dia pior


Embora uma boa parte dos casais esteja se separando sem os devidos cuidados e clarezas dos reais motivos, há algo que não pode ser desconsiderado: independente do acerto ou não, as pessoas não estão suportando as pressões e coerções que os relacionamentos à moda antiga impõem. Hoje estão há cada dia ficando mais modernos.


"Você não vai fazer isso"; "Você não pode fazer aquilo"; "Você quer me desrespeitar?"; "Esta minha dor de cabeça é por sua causa", nem sempre  é dito com tal objetividade; "Por que tanto quer ir ao cinema, jogar bola, ir a casa da amiga... ?".


Os relacionamentos que se baseiam em sentimentos de posse estão fadados a acabarem cada vez mais rápidos. Estamos vendo relações de trinta, quarenta anos de convivência ruírem e por essa razão. Dizeres comuns: "Não dava mais para agüentar tanta cobrança", "Ele só me via como propriedade dele, faça isso, faça aquilo...". Os netos estão se assombrando, antes viam seus pais se separando, agora até os avós. Sem contar que com o passar do tempo o corpo muda e as cobranças aumentam a cada dia.


As imposições e radicalismos que impedem duas pessoas de se amarem verdadeiramente. Relações onde só um pode brilhar e ter vida própria tendem a acabar. O egocentrismo está a toda. Acusações de egoísmo são mútuas. Os negativistas dizem que esse mundo não tem mais jeito não.


Porém as, dores causadas pelos excessos à parte, é um momento onde necessariamente as pessoas caminharão para o respeito à individualidade de cada um. Muita água ainda vai rolar, mas o destino futuro é o da compreensão e reconhecimento do direito de cada um ser um ser único, individual, que pode gostar de coisas diferentes da que o outro gosta e nem por isso está contra ele.


Opiniões divergentes nunca foram problemas quando as pessoas reconhecem o direito do outro em não ter que ser "um igual" de seus pensamentos.


As mulheres chorando por não estarem com seus amados, pois a dor da opressão sufocou a condição do respirar. Homens infelizes e muitos entregando-se à bebida por não se sentirem compreendidos pela mulher que tanto amam. Podem não acreditar, mas mulheres e homens se amam e muito, mesmo depois de muitos anos de convivência. O desrespeito, o orgulho e mais as cobranças de comprovação desses sentimentos é que impedem sua demonstração.


Relacionamentos à base de cobranças?  Será que sobrevive?


Com certeza, todos eles terminam em dívidas. Para os dois lados.

2 comentários:

  1. Jussara tudo bem colega!
    Achei interessante abordar este tema,sou blogueira também, casada a 20 anos, com um de filho de 17.
    Cobranças realmente destroem um relacionamento mas acho que acontecer mais no inicio é meio normal né, eu no começo meu Deus era terrível hoje nem ligo.
    Ainda tiro uma, inclusive meu marido vai viajar pois curte montanhismo sozinho e falo vai meu filho vai com Deus....kkkk
    E fico de boa com meu filho em casa, em janeiro agora vou pro nordeste sozinha eu e meu filho sem marido e tudo certo. Se fosse anteskkkk eu morreria de medo de deixar elekkkk hj vou embora afinal colega ninguem pertence a ninguém.
    Mas hoje em dia o desrespeito esta grande e ninguém mais faz o certo vejo coisas que não acredito casamentos se deteriorando nem por pegar no pé mas por envolvimentos com terceiros.
    Acredito que casamento é algo para se pensar muito, num é eterno mas pelo menos temos que tentar que de certo.
    Gostei do teu post.
    Abraços!!!
    http://jennyjennial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jenny oi minha linda, não sei se tu já ouviu o ditado que casamento é loteria? Pois é! Eu acho que é verdade.... Hoje em dia para um casal se dar 100% bem, eu duvido. casamento tem seus altos e baixos. Eu vou fazer agora dia 4 de janeiro 20 anos de casada e nem sempre foi um mar de rosas kkk. Beijos muito obrigado pelo comentário e pela visita.

      Excluir

Olá seja bem vindo ao Blog obrigado por sua visita deixe o seu comentário e se tiveres alguma dúvida entre em contato com a gente beijos